top of page

Quando isso tudo vai melhorar? Por onde começar?




O começo do tratamento é a busca por ajuda, Sem consultar com algum profissional não haverá mudanças. Infelizmente, por mais que amigos e familiares sejam importantes nas suas relações pessoais, eles também fazem parte do sistema, eles compartilham contigo frustrações e indignação por não haver melhora ou mudança na sua qualidade de vida.


Quando o tratamento começa?

Pelo planejamento, ou melhor:






VAMOS COMEÇAR POR UM PLANO!


Fonte: https://monica.fandom.com

E planos criativos temos muitos!!! Seja nas animações do Pink e o Cérebro para dominar o mundo, ou nos quadrinhos do Maurício de Souza com Cebolinha e Cascão; para derrotar a dona da "lua" nas histórias da Turma da Mônica.


As duplas dinâmicas (e cíclicas nos resultados) são inúmeras no cinema, literatura, ... Ainda bem que contam com bom humor para nos distrair enquanto seus planos mirabolantes.... falham!





MAS QUEREMOS UM OUTRO PLANO!

Por isso essa postagem no blog, para pacientes e para profissionais poderem avaliar seus "planos infalíveis, que tem falhado".


Primeiro ponto é sabermos que tem solução!

Não queremos dominar o mundo alheio, mas sim, aquela dor que prejudica até nossa vontade de encontrar com amigos para dar umas risadas.


Acreditar e reconhecer que precisamos de ajuda.


Qual tipo de profissional da saúde você precisaria?

  1. "Estou percebendo que meus pensamentos estão cíclicos, em redemoinhos e parece que não saio do lugar?"

  2. "Estou paralisado(a) pela minha dor. Tenho medo de agachar, e as vezes até de levantar de uma cadeira. Parece que meu corpo vai travar, ou falhar?"

  3. "Não estou conseguindo dormir, ou me alimentar direito por causa da dor?"

  4. .... liste suas reflexões e dificuldades, isso irá facilitar a sua reflexão de por onde começar! Definindo suas prioridades você conseguirá aprimorar o seu plano de tratamento com os profissionais que vão te acompanhar



Para profissionais da saúde, sugiro um exercício bem similar

Como evoluem os seus pacientes com dor? Eles desaparecem da clínica ou do seu consultório. Será que isso é realmente um sinal de "sucesso" no seu plano de tratamento?

Assim como os pacientes precisam olhar para seus sentimentos e sintomas para ir em busca de profissionais que possam ajudá-los diretamente,

Profissionais de saúde também precisam avaliar a sua prática, suas crenças e suas dificuldades.


Você já sabe que dor não é sinônimo de lesão.

E como você começa o plano de tratamento?

Pensando na "lesão potencial"?



Será que esse é o caminho?




já adianto que NÃO É!

#profissionais da saúde






Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page