top of page

O mais difícil no tratamento da dor crônica

O seria o mais difícil no tratamento da dor crônica?


A dor é persistente, fundamenta-se em um modelo complexo de neuromatrix cortical, dependente da genética, da alimentação, da qualidade do sono, das experiências anteriores, de como cada um armazenou suas memórias e interpretou suas experiências, além de depender diretamente das expectativas, sonhos, desejos, vontades e de lesões que o corpo físico sofreu (machucados, acidentes).


Quantos elementos!

Quanta informação.



Mas qual delas seria a mais impactante no tratamento da dor do paciente?



Acredite,

há evidências de que o mais difícil não está na compreensão da dor crônica e persistente, em si.

O grande desafio no tratamento da dor crônica está em conseguirmos manter o paciente (e o clínico, terapeuta, cirurgião). motivados durante o processo de tratamento.



Para mudar essas "vias facilitadas de dor no córtex cerebral" é preciso CONSTRUIR novas "vias", novos caminhos para a transmissão da informação.



Se você é PROFISSIONAL DE SAÚDE = te espero no curso Estratégias terapêuticas para o tratamento da dor.



Se você é PESSOA COM DOR CRÔNICA = agende uma avaliação online ou adquira o livro Estratégias terapêuticas para o tratamento da dor, fique atento que uma vez por ano temos o curso para os pacientes!




Σχόλια


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page