top of page

A oportunidade de EducaR a dor - O Curso com a Dra. Juliana Barcellos de Souza, PhD



Um pouco da história do curso e do método


Desde a apresentação dos primeiros resultados do meu doutorado, fui convidada, por centros de tratamento da dor, para ministrar o curso de formação no método que utilizei. Em 2005, formei a primeira turma de profissionais do Centre Hospitalier Universitaire de Sherbrooke (Canadá). Em 2008, o método permitiu ao meu grupo de pesquisa receber um grandioso investimento do governo canadense para a formação de profissionais no tratamento da dor. Desde então, o método é utilizado em centros de dor e centros de reabilitação no Quebeque..


De volta ao Brasil, fiz pequenos ajustes no método para adaptá-lo à nossa realidade sócio-cultural e ao sistema de saúde público-privado. Apliquei e explorei no Brasil com para o tratamento de pacientes, fibromialgia, dor lombar inespecífica, cefaleia do tipo tensional, espondilite anquilosante,...



Explorei o método para o atendimento em grupo e em formato individual. Reestruturei o curso. Escrevi o livro para garantir o embasamento teórico que para mim é tão importante. Avaliaram e aprovaram o livro três profissionais com atuação em dor (médica, psicóloga e fisioterapeuta) e uma pessoa que convive com dor persistente há quase 30 anos. Em 2020 o livro específico do método foi publicado, e o curso Estratégias para o tratamento da dor começa a ser disponibilizado em formato híbrido com aulas teóricas (assíncronas) e aulas multiprofissionais síncronas.



Detalhes sobre a programação do curso


Você já pensou que pode mostrar ao paciente como tratar a dor com mais leveza?


O curso Estratégias Terapêuticas para o Tratamento da Dor é multiprofissional baseado no livro, fundamentado em pesquisas clínicas e experiência profissional. Aulas teóricas estão gravadas e ficam disponíveis para você na plataforma Hotmart/Sparke.


Como a teoria é apenas uma parte de nossa formação, teremos dois blocos de 8 horas para discutir a aplicabilidade da teoria e das evidências clínicas no tratamento da dor em nossa prática clínica multiprofissional. Ou seja, fisioterapeutas, psicólogos, médicos, enfermeiros e professores de educação física conversam sobre suas experiências e dificuldades para aplicar as estratégias terapêuticas no tratamento da dor. Dessa forma, todos aprendemos juntos!



No primeiro módulo faremos uma revisão do conceito de dor ao longo da história da humanidade, contextualizando-se o modelo proposto por Descartes no século XVII, durante o Iluminismo, até o modelo complexo e dinâmico da Neuromatrix cortical.


Pontos importantes para entender a dor no Século XXI:

• Atualizar conceitos e modelos para entender que a dor não é sinônimo de lesão tanto em nossa compreensão teórica e científica quanto na prática clínica e ao aplicar nossas técnicas e métodos de tratamento.


• Compreender qual a construção social (e histórica) fundamentada na ciência para a compreensão da dor no Século XXI


• Entender o porquê consideramos a dor enquanto um fenômeno dinâmico e como esse conceito deve ser aplicado em sua prática clínica


Esse curso e seu respectivo livro tem a proposta de conduzi-lo a esse raciocínio clínico, investigar as lacunas na compreensão da dor de seu paciente, como utilizar na prática (e a favor da adesão ao tratamento) os conhecimentos da neuromatrix cortical ?


Nosso objetivo é alinhar o discurso, definição de termos para evitar confusões conceituais como considerar: nocicepção sinônimo de dor.



Para quem é o curso


O curso é para todos os profissionais que atendem pessoas que sofrem com algum tipo de dor crônica. Ou seja, aqueles que acolhem e tratam a dor do outro, como médicos, fisioterapeutas, psicólogos, cirurgiões, dentistas, terapeutas e treinadores.



O curso é para todos os profissionais que percebem a dificuldade de adesão do paciente às propostas terapêuticas, a dificuldade de permanecer colaborativo ao longo do tratamento.


O curso também é para os profissionais que percebem a importância e as dificuldades do trabalho em equipe no tratamento da dor e que desejam aprender a conduzir o paciente pelo o processo terapêutico colaborativo.


O curso é para você, profissional da saúde, que quer atualizar a sua prática clínica para otimizar os resultados dos seus pacientes com dor crônica.





O que você vai aprender no curso

O curso tem quatro módulos onde você :


1.O QUE É A DOR?

atualiza a sua prática clínica a compreensão e definição da dor no século XXI


2.COMUNICAÇÃO E RELAÇÃO TERAPÊUTICA

otimiza a aliança terapêutica pela construção da relação complementar


3.ESTRATÉGIAS TERAPÊUTICAS

desenvolve habilidades para a participação ativa do paciente, desde a modulação de expectativas até a preparação para a alta e manutenção dos resultados a longo prazo.


4.PRESCRIÇÃO DE TAREFAS

melhore a adesão do paciente às suas prescrições e suas recomendações.


Cada um dos quatro módulos têm um questionário breve para avaliar seus conhecimentos anteriores, e um questionário pós para você acessar o seu grau de conhecimento adquirido. Os módulos são compostos por vários vídeos com material de complementação científica.

Ao final de cada módulo haverá uma sessão online de duas horas para conversar com a autora, esclarecer dúvidas, trocar experiências e discutir casos clínicos.




Como cheguei até o método Educa a dor



Quando decidi fazer meu estudo de doutorado fora do Brasil, decidi me dedicar aos meus maiores desafios para tratar os meus pacientes:

Como promover efeitos de melhora a longo prazo?

Como promover melhora na qualidade de vida de pacientes com dor crônica?

Será que pessoas que sofrem com fibromialgia serão sempre dependentes do fisioterapeuta?

Quanto os exercícios realmente ajudam na melhora da dor?


Com estes questionamentos, meu orientador Neurofisiologista Dr. Serge Marchand e meu co-orientador Psicólogo Dr. Jacques Charest me ajudaram a montar uma equipe multidisciplinar de pesquisadores e clínicos para estruturar a École Interactionnelle de Fibromyalgie.

Nossa equipe era de médicos da dor, nutricionista, enfermeira, psicopedagoga, psicóloga, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional e médico de família e adaptamos o conteúdo científico em um modelo estruturado com etapas e objetivos definidos.

Porém, hoje com mais de 10 anos de experiência aplicando o método, percebo que a essência do sucesso está nas estratégias terapêuticas.

Dessa experiência científica e clínica coloquei-me a escrever o livro em 2019. O conteúdo fluiu tão bem que o livro pode ser publicado no início de 2020.

No curso e no livro trago muita experiência, exploro muitos exemplos e há uma co-construção com cada turma. A cada turma há novas formas de aplicar as estratégias de acordo com o contexto de cada um.

Um dos meus diferenciais está em minha extensa experiência como pesquisadora e na experiência clínica no tratamento da dor e da funcionalidade dos pacientes com dor no Canadá, na França, no Brasil seja no SUS, em clínica ou em consultório com atendimento particular.





Um pouco de entretenimento e informação com nossas pequenas produções visuais:











DEPOIMENTOS






Σχόλια


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo