top of page

Que tal? Mente leve, postura ereta


Este talvez seja um dos temas mais polêmicos para conversarmos em um post, pois a grande maioria das pessoas possui crenças em relação à postura correta.

Desde a infância, adultos nos informavam a importância de uma boa postura seja para estudar, para caminhar, ou até mesmo para jogar e ter um bom desempenho esportivo. Sendo bem sincera, postura é importante até para falar, comunicar seu ponto de vista.

Enquanto fisioterapeuta, grande parte de nossos cursos de graduação valorizam a avaliação postural e funcional. Mas, avaliar não é sinônimo de tratar, correto?

Como dores nas costas são muito frequentes em pessoas do mundo inteiro, há muitas pesquisas sobre o tema. Logo, muitas conclusões são propostas, e claro que muitas idéias poderão ser re-pensadas e tudo pode mudar daqui alguns anos (de novo).

Hoje em dia (diga-se: há mais de 30 anos), percebe-se baixa correlação entre alterações posturais e dores crônicas. Ou seja, dor no pescoço não se justifica pela posição "torta"do pescoço.

Oi?

Como assim?

Sim, eu sei.

Chega a ser chocante, depois de tudo que já vimos e ouvimos. Mas é verdade e há uma lógica por trás destas conclusões:

O corpo humano foi feito para se mexer,

e não para ficar parado.

Desta forma, qualquer postura mantida por muito tempo produzirá sobrecarga no corpo, desconforto e dor. Manter uma posição por muito tempo (30 minutos por exemplo) já seria suficiente para fazer mal às articulações, músculos, circulação, respiração e .... sejamos sinceros, ficar assim parado faz até mal para nossa mente, nossas idéias e emoções. (*)

Para não ter dores, precisamos cuidar do corpo, hidratar-se, dormir, comer e se MOVIMENTAR!

Lembre-se: uma postura ereta ou postura esbelta sempre "vem de dentro", a postura diz muito sobre como nos sentimos, assim como os nosso olhos são "as janelas da alma".

Libere sua mente!

Deixe suas emoções e sonhos fluirem.

Encontre a sua alegria e paz interior e melhore sua postura sem estresse.

(*) Embora ficar parado não seja indicado, no caso da meditação há outros fatores que entram em jogo. Não se aplica a este caso! Discutiremos a Meditação em outro post.

Desenho e Texto do Post de autoria da

Fisioterapeuta Juliana Barcellos de Souza, Ph.D.

Crefito 10 / 31028-F

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square