Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2011

Dor & Ciclos da vida

Complementando o post anterior sobre "Ciclos viciosos de dor"

Há também alguns tipos de dores característicos a cada etapa da vida.

Achei esta reportagem da Folha de São Paulo, publicada em fevereiro de 2002.
Breve e interessante.





Ciclos viciosos de dor : persistência do sintoma

Várias crônicas do blog comentam sobre o ciclo de dor, mas:

O que é um ciclo de dor?
Para alguns pode parecer óbvio, mas para outros não. Será regular como um ciclo menstrual ou como as estações do ano? Será um ciclo idêntico independente do paciente?



Diversos ciclos de dor são propostos, alguns destacam a tensão muscular como causa de manutenção da dor. Estes são similares aqueles que destacam os maus hábitos posturais como culpados da dor.






Porém há alguns ciclo de dor que destacam a ansiedade e o medo como fatores que favorecem ao surgimento da dor e inatividade.



Além disto, ainda temos aqueles que colocam os distúrbios do sono como principais fatoes que leval a dor crônica.

Neste caso noites mal dormidas estariam associadas aos distúrbios do humor e a dor muscular. Favorecendo a manutenção da ansiedade, depressão e dor persistente.







Se por um lado o ciclo de dor diferencia-se de pessoa para pessoa, por outro, cada um (cada uma) pode investigar e descobrir fatores emocionais, ambientais e a…

Programa : Fibromialgia na TV Com

Quarta-feira: AMANHÃ
estaremos participando do Programa FALANDO, às 17h, na TV Com.
Tema: Fibromialgia



http://wp.clicrbs.com.br/falandosc/2011/04/27/fibromialgia/?topo=52,2,18,,196,e196

Como lidar com a dor?

Aprender a conviver com a dor... Aprender a lidar com a dor...
Como?
Estas são algumas perguntas chaves que fazemos ao ver alguém com dor persistente, ou ao sofrermos de dores persistentes. 

Para aprender a lidar com a dor é necessário um breve entendimento do seu impacto psicossocial, e não apenas identificar sua a extensa abrangência  biológica.

Há mais de duas décadas este é um dos focos de pesquisas clínicas sobre dor. Para o tratamento das dores persistentes não parece ser necessário sofisticados equipamentos, mas ao contrário, necessita-se de estratégias relativamente simples fundamentadas nos complexos modelos de dor. Nestes,  a dor é uma experiência multidimensional que vai além do componente sensorial, como, por exemplo a teoria da neuromatrix, onde as  componentes afetivo-emocional, comportamental, experiências anteriores e características ambientais ganham destaque e tornam-se peças chaves dos tratamentos.

O destaque às características comportamentais, emocionais e cognitivas …

Administrar a dor, Controlar o estresse

O estresse pode aumentar a percepção da dor, aumentar a glicemia, atrapalhar o sono... e "ativar" de outros sintomas.Tempos de festas são geralmente estressantes, mas nada se compara às festas de final de ano. 
Que tal praticar o controlo do estresse desde já, para chegar no natal craque!?

Nosso blog tem como objetivo ajudá-lo a desenvolver nosvas estratégias para controle e gestão de sintomas, mas também  temos o objetivo de lhes apresentar outros sites interessantes.

Hoje temo uma dica  BLOG ABC Dorpatrocinado pela Janssen-Cilag
Neste tópico eles descrevem algumas estratégias interessantes e simples para gerar seu estresse


Confira 10 estratégias para gestão do estresse!
Entre elas temos RIR!


Aproveite o dia de hoje para sorrir, rir e  repousar assim que a festa acabar !
Feliz Páscoa! 
OBS: Infelizmente desconheço o(s) autor(es) das fotos. Gostaria de citá-lo(s) por sua criatividade.



Fibromialgia: novos critérios para diagnóstico

A primeira versão de critérios para identificar a fibromialgia foi publicada pelo Colégio Americano de Reumatologia em 1990. Estes foram fundamentais para o reconhecimento e aceitação clínica da síndrome.  Os critérios da ACR/1990 exigiam que a pessoa tivesse ao menos 11 dos 18 tender points (pontos de sensibilidade) dolorosos à palpação e que relatasse dor difusa persistente.

Em 2010, 20 anos depois, estes critérios são atualizados pelo mesmo grupo de pesquisadores do Colégio Americano de Reumatologia. Estima-se que 25% dos pacientes com fibromialgia não se enquadravam nos critérios de 1990, sobretudo no quesito: tender points.

O novo critério diagnóstico da fibromialgia inclui:  Índice de dor difusa e uma escala de severidade de sintomas cognitivos, distúrbios do sono, fadiga e outros sintomas somáticos. 

Para ter o diagnóstico é necessário a combinação destes índices define a presença ou não da fibromialgia.



Dor fantasma

Estudo e tratamento de dores crônicas são nossos objetivos. 

Estamos colaborando uma pesquisa sobre dor fantasma em amputados. Esta pesquisa conta com a participação da Fisioterapeuta Prof. Dra. Soraia Tonon que tem mais de 10 anos de experiência no trabalho com amputados, e com a Fisioterapeuta Juliana Barcellos de Souza, Ph.D. Pesquisadores brasileiros conceituados na área Dr. Aluisio Avilca, Msc Mário Andrade e pesquisadores espanhóis Dr. Francisco De la Rosa e Carlos Ventosa Lacunza da ANDADE

Abordagem biopsicossocial da dor fantasma em amputados de membro inferior. 

Nosso objetivo principal é abordar o tema da síndrome de dor fantasma que além de sua prevalência elevada também tem impacto significativo no desempenho mental e físico dos pacientes.
Entre muitos problemas gerados pela amputação, a dor fantasma é uma das consequências mais graves do pós-operatório, causando incapacidade e afetando gravemente sua qualidade de vida.


Estaremos iniciando a pesquisa em breve!
Para maiores in…